Festas

  • Foto:

Informações

Quatro DJs de Brasília tocarão como convidados do DJ Pernambucano 440 na Terça do vinil que acontece na Galeria Joana D’arc. São duas as DJs – Donna e Pequi que tocarão na terça-feira dia 29 de Janeiro. E os DJs Barata e Emídio no dia 05 cinco de janeiro.

Datas

29/01 19h30 às 00h30
05/02 19h30 às 00h30
Terça do Vinil com DJ 440 convida as DJs de Brasília Donna e Pequi.
Galeria Joana D'arc
Gratuito

DJ Donna

No ano de 2001, começou como a primeira DJ mulher a se destacar em Brasília. Selecionada entre mais de 2.000 candidatos no mundo inteiro para a Red Bull Music Academy em 2002.
Em 2014 é recebe o Premio Hip Hop Funarte.

Amante de música tem um repertório vasto que vai desde Hip Hop, Ragga/Dancehall, Afro House, Kuduro, Miami Bass, Bass Music, Moombatom, Zouk, Kizomba, Samba Rock, Funk Soul ao Jazz e Chorinho.

DJ Pequi

O nome dela é Elô Barbosa, conhecida como DJ Pequi. Nas picapes, ela incorpora influências de samba, carimbó, cumbia, salsa, merengue e rock. Em resumo, o que a interessa é o casamento de grooves brasileiros e latinos, sonoridade evidenciada nas festas Pequila e Baile do Amor, idealizadas por ela.
Atualmente, a produtora e idealizadora do Bloco do Amor, bloco de rua de destaque do carnaval brasiliense.

DJ Emídio

Emidio é pesquisador musical e DJ desde 2009, quando iniciou sua carreira tocando nas principais festas de Brasília, como Criolina, Funfarra, Perde a Linha entre outras. Suas principais influências são os ritmos brasileiros e latinos, mas com o radar ligado para o que acontece no mundo todo. Seus Sets são uma mistura do regional e tradicional ao moderno, tentando sempre fazer uma conexão entre ambos, de forma sempre dançante.

DJ Barata

Rodrigo Barata é um dos fundadores do Coletivo Criolina, que atua em Brasília e outros estados desde 2004, realizando shows, festas, festivais, bloco de carnaval, curadorias, programas de rádio e tv, festas de rua, oficinas em escolas públicas, ativismo cultural e atua também como baterista da banda Muntchako.
Curte e toca muita música brasileira, de suas raízes às misturas mais modernas, passando por influências afro-latinas e beats globais.